9.5.08

BOA NOITE

Este tempo incerto como uma batida irregular, as abertas no céu, a luz a querer espreitar para dentro do coração escuro do mundo, um coração pelo menos tão escuro quanto as utopias e os fumos brandos que amansam os meus dias, faz-me pensar nas partidas, nos lugares de sonho que são os cais de onde partem e onde regressam os sonhos, as sombras em equilíbrio, apressadas, dos homens que um dia tornaram confuso
o espaço agitado do rosto e tomaram o pulso à morte sem qualquer medo do silêncio.

3 Comments:

At 9:45 da manhã, Blogger EDUARDO said...

Sublime!! Poderosamente perfeito!

Abraços!

 
At 11:15 da manhã, Blogger hmbf said...

Obrigado.

 
At 4:40 da tarde, Blogger alguém+ neste mar de gente said...

lindo!

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home