9.10.08

PRE!

O estádio ergue-se na maravilhosa
respiração da tua força
corres veloz
no pulmão do meu poema

na ponta dos dedos
o vínculo do teu ensinamento
no olímpico de Munique o animal eco
do teu desejo
no tartan

a tua morte permissão de todas as mortes
a tua derrota um hino o mais belo

e o teu sabor
e tudo reescrito
uma imagem que por aqui
se apoderava
e trazia sentido.



Hugo Milhanas Machado nasceu em Lisboa a 12 de Dezembro de 1984. Licenciou-se em Línguas e Literaturas Modernas, estando actualmente a preparar uma tese de doutoramento sobre a poesia de Ruy Belo na Facultad de Filología da Universidad de Salamanca. É Professor Visitante (Instituto Camões) na mesma universidade. Foi co-fundador da Cooperativa Literária e da revista Callema. Dirige, em Salamanca, a Folha Mensal de Poesia Músculo. Estreou-se em 2005 com Poema em forma de nuvem. A sua poesia tem sido premiada em várias ocasiões. O poema aqui transcrito foi copiado da colectânea Clave do Mundo (Sombra do Amor, 2007).

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home