14.1.09

UM SAPATO PARA MUDAR O MUNDO (3)


1. O movimento Plataforma Abstencionista é um recente movimento cívico que pretende apelar à abstenção num ano em que há três actos legislativos (europeias, autárquicas e legislativas). A notícia vem no Público de 10.01.2009 e a iniciativa parece-me pertinente.

2. Votar em partidos políticos é hoje uma acção esvaziada de conteúdo. Os membros dos partidos que alternam no poder (partidos alternadeiros) vão jantar aos mesmos sítios, onde discutem os negócios comuns como irmãozinhos unidos pelo lucro. Compreendo que a maior parte de nós ainda seja indiferente a isto, porque nem sempre é fácil pensar quando se vive num sistema neo-feudal.

3. As pessoas poderiam optar por resistir a oferecer qualquer tipo de legitimidade aos políticos actuais. Os próprios candidatos às próximas eleições não deveriam votar, seguindo assim o exemplo dos seus ex-eleitores. Em caso de distracção dos primeiros, os ex-eleitores poderão interpor-se entre os candidatos e as urnas (as que ainda subsistam), brandindo os livros do henrique fialho como se houvesse amanhã.

4. Precisamos de mais tempo para viver a nossa vida (em vez de o gastarmos a viver a vida dos outros). A transição para uma sociedade mais decente pode passar pelo agrupamento voluntário de pessoas que decidem resolver em conjunto os seus problemas. A utilização de formas já existentes (como é o caso das associações) não deve, no entanto, abafar a liberdade de expressão individual.

5. Não votar, mais do que um direito, é um dever cívico.

6. Acredita na democracia: não votes.



Rui Costa

1 Comments:

At 11:06 da manhã, Blogger etanol said...

Eu voto nulo, dou-me ao trabalho de lá ir, não voto em branco, escrevo sim no boletim de voto umas coisas diferentes de cruzes.
:)
Maria João

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home