30.6.05

MÁGOA

As ondas são as filhas brancas dos oceanos
E as filhas da chuva são as gotas de água,
Por que terá o meu corpo tremeluzente
Uma mãe como a Mágoa?

A noite é a mãe das estrelas
E o vento é o pai do mar –
O mundo está repleto de beleza,
Mas eu devo permanecer no meu lugar.

Versão possível de HMBF


Sarah Teasdale nasceu em St. Louis, Missouri, EUA (1884-1933). Pertenceu à Academia dos Poetas Americanos. Filha de uma família abastada, foi educada em casa até aos nove anos, após o que estudou na escola pública. Afectada por depressões e vivendo num mundo isolado da rua, afastado de todos os ruídos, tornou-se uma pessoa emocional e, simultaneamente, numa firme apoiante da literatura e das causas das mulheres. Rejeitada por um homem, acabou por se casar com Ernest Felsinger, o qual lhe alterou positivamente a existência e até os objectivos da sua produção literária. Apesar de frequentemente internada em hospitais psiquiátrios, tinha meios e usou-os para realizar diversas viagens dentro do seu país e na Europa, com uma estada na ilha da Madeira, onde escreveu alguma da sua poesia. Temendo a morte, caiu-lhe nos braços pelo suicídio. Entre outros trabalhos, realce para os seus livros Flame and Shadow, Helen of Troy and Other Poems (que inclui poesia sobre a Madeira) e Love Songs. A sua escrita evoluiu da tendência tradicional feminina dos finais do século XIX para entrar na modernidade do século XX, com laivos de vanguardismo.

Biografia encontrada aqui.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home