9.7.05

De «31 Poemas de Bolso»

X

Formasitalianas ovalidadesmolesemmarchalentaelipsoidal
docementecoloridasdeluzloura

Meus pés e minhas costas aquecem

O fogo pegou

XIV

Beijosestertoresmotorescampainhascanhõescomboios

vozestrovõestempestadesgritosestalidosqueixascantos
mentirasodiosamoresalegriashomensanimaismáquinas
Que barulho quando não se ouve nada!


Tradução de Mário Cesariny.


Pierre Albert-Birot nasceu no dia 22 de Abril de 1876 em Angoulême. Teve uma infância e uma adolescência difíceis, devido a uma situação familiar degradante. Em 1892 foi viver para Paris com a família, onde frequentou a Escola de Belas-Artes praticando escultura e pintura. Ao mesmo tempo, foi-se dedicando à escrita de poemas. Em 1896 casou com Marguerite Bottini, com quem teria quatro filhos. Trabalhou como restaurador de objectos de arte até 1950. Casou-se, pela segunda vez, no ano de 1913, com Germaine de Surville. Em 1916 saiu o primeiro número da revista SIC (1916-1919), onde o poeta viria a publicar os seus 31 Poemas de Bolso. Entretanto abandona a pintura e a escultura, para se dedicar exclusivamente às artes literárias: poesia, drama, cinema, ficção. Morreu no dia 25 de Julho de 1967.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home