24.12.06

Prenda de Natal

Ofereço-te um burro a zurrar, um bando de ciganos numa carroça. Ofereço-te o apelo de um amolador de tesouras. Ofereço-te as minhas mãos, o desejo de me pôr contigo a caminho, pelo frio adentro, como se fossemos a frase de um realejo na boca do amolador. Como se fossemos ciganos.

2 Comments:

At 6:16 da tarde, Blogger MC said...

bela prenda!

 
At 12:33 da tarde, Anonymous hmbf said...

podes crer :)

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home