30.8.07

QUEM SAI AOS SEUS

Em entrevista ao Diário Económico, o advogado José Miguel Júdice, um dos mais recentes lacaios da trupe socrática, gaba-se da sua «abrangência» política: «Já fui mandatário de Durão Barroso, Maria José Nogueira Pinto e de António Costa, candidatos de três partidos diferentes, o que me garante uma grande abrangência». Não haja dúvida que este bailarino do fandango nacional ostenta certo jogo de anca. E assume: «Sou contraditório». Continuando: «Em matéria política vou ao supermercado e compro o que me apetece». Assim como quem compra feijão verde, tomates e melancia. Só perde o equilíbrio na contradição quando deixa escapar alguns desabafos: «Portugal é um país de vidrinhos ou de vidrecos…»; «Temos de viver com a esquizofrenia dos portugueses ou então emigrar.»; «Somos um país muito merdoso». É caso para dizer: quem sai aos seus não degenera. Mais objectividade e coerência era impossível.

6 Comments:

At 9:53 da manhã, Anonymous Fedorento said...

Companheiro,

Apesar de não gostar especialmente do homem, acho que até tem razão, e nem vejo grande incoerência...
Este é um País de gente esquizofrénica, e nunca foi tão sedutor emigrar...Basta olharmos à nossa volta...

Grande Abraço e bjs

 
At 10:01 da manhã, Blogger hmbf said...

Por isso o senhor deu a cara por um programa chamado Grandes Portugueses. Lá coerência não lhe falta.

 
At 10:41 da manhã, Blogger rui said...

O senhor aqui há atrasado já tinha ganho o prémio da maior boçalidade, ao afirmar q se sentia um ginecologista pois encarava como trabalho o q outros viam como prazer.
Enfim, parece-me um Alberto Pimenta involuntário.

 
At 11:06 da manhã, Anonymous hmbf said...

Não evoques o nome dos mestres em vão, Rui.

 
At 11:38 da manhã, Anonymous Fedorento said...

Mas existem grandes portugueses! O facto de sermos todos esquizofrénicos, não invalida que os haja, ou tenha havido.
Tu para mim por exemplo és um grande português, precisamente por fugires ao estéreotipo, e por te conhecer bem, claro.

Resumindo, acho que aí na nossa praça à gentinha bem mais acobardada e vazia que este sujeito...

Abraço

 
At 12:02 da tarde, Anonymous hmbf said...

És capaz de ter razão, no que diz respeito à gentinha acobardada. Mas este moicano é um autêntico cata-vento, vira-se para onde lhe cheira a carteira. No fundo, um agiota.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home