1.12.07

A DISFUNÇÃO

Se diz que há na cabeça dos poetas um parafuso a menos
Sendo que o mais justo seria o de ter um parafuso trocado do que a menos.
A troca de parafusos provoca nos poetas uma certa disfunção lírica.

Nomearei abaixo sete sintomas dessa disfunção lírica.
1. Aceitação da inércia para dar movimento às palavras.
2. Vocação para explorar os mistérios irracionais.
3. Percepção de contigüidades anômalas entre verbos e substantivos.
4. Gostar de fazer casamentos incestuosos entre palavras.
5. Amor por seres desimportantes tanto como pelas coisas desimportantes.
6. Mania de dar formato de canto às asperezas de uma pedra.
7. Mania de comparecer aos próprios desencontros.

Essas disfunções líricas acabam por dar mais importância aos passarinhos do que aos senadores.

Manoel de Barros, in Tratado Geral das Grandezas do Ínfimo.

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home