13.3.09

DIA 72

Prenderam dois cachorros a um colchão velho e pegaram-lhes fogo. Sentaram-se no passeio a observar impassivelmente o espectáculo. Nem o desesperado ganido dos bichos, nem o cheiro da carne em chamas – de resto, tão semelhante ao cheiro de borracha queimada que nem dá para notar a diferença – os demoveu. Eram apenas pequenos inquisidores com os olhos postos na vingança de um… lastimável abandono.

3 Comments:

At 8:48 da manhã, Blogger nd said...

Viva, Henrique, bom dia. Deixei um email no correio daqui a perguntar se lhe convinha encontrarmo-nos às 19:30 e o lugar onde estará para o apanharmos. Responda-me por favor para o meu nndemp@gmail.com. Vou sair de casa e leio a resposta no caminho. Repito aqui o email porque pode não o ter recebido e por hoje ser sexta-feira treze - no creo en brujas, pero que las hay, las hay :)

Quem tiver ilusões românticas acerca da Humanidade, bem poderia perdê-las com esta filhadaputice. Digo isto, e no entanto creio numa pequena minoria dela, que é a que sustenta a revolta.

 
At 11:57 da manhã, Blogger hmbf said...

Está respondido.

 
At 1:42 da tarde, Blogger Menina_marota said...

Esse são os "humanos" que um dia matarão quem sabe, os seus próprios filhos ou pais...

Infelizmente ainda existem, infelizmente!

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home