5.7.05

Jamais colocarei uma fotografia de Alberto João Jardim no meu weblog.

O Porco

6 Comments:

At 1:44 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Não entendo como se consegue perpetuar num poder autocrático (com os esbirros de serviço)tal personagem. A insularidade, o off shore, o atavismo ignorante, não podem ser a eterna razão.Os madeirenses que me perdoem, mas são os grandes responsáveis da permanência deste boçal orangotango, que denigre a nacionalidade portuguesa.
Um filho da puta do "Contenente"

 
At 4:05 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Sim de facto criticar(icaturar) a “personagem” torna-se mais cómodo do que perceber as verdadeiras razões das críticas ferozes do sr. Jardim em relação aos Chineses e Indianos na Ilha da Madeira!! É obvio que o sr. Jardim se refere (certo que de forma pueril e arrogante e politicamente incorrecta) ao perigo de extinção do pequeno comércio local face a uma concorrência “impossivel” com estabelecimentos de famílias oriundas desses países (facto já bem expressivo no continente e que levou à falencia, ao desmprego
de muitas familias). O Problema é que não existem regras não existe qualquer espécie de planificação que salvaguarde o pequeno comércio e artesanato nacional face a uma concorrência que é de facto desleal. Face a uma recessão economica actual a situação tende a agravar-se!!
O sr. Jardim tem a coragem e a preocupação com o que é nacional que os politicos f . d . p . do continente não. É verdade que a não manifesta públicamente da melhor forma, mas tb é verdade que é talvez o único poltico a que o povo escuta!!
A incompetência a demagogia a falta de visão a mentira abundam em outras margens em outras figuras!!!

 
At 4:10 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Viva a globalização!

 
At 5:16 da tarde, Blogger Canguru said...

LOL! :D

 
At 7:35 da tarde, Blogger kiko said...

Ja está! :D

 
At 11:34 da tarde, Anonymous Anónimo said...

vem a Madeira e mudas logo de opinião.

voces dizem mal dele só porque o ouviram a falar mas não viram o que ele fez na Madeira.

 

Enviar um comentário

<< Home