24.1.07

Pérolas a porcos #2

Depois deste post e dos seus 52 comentários, um post de Vital Moreira, no Causa Nossa, com o título Protecção à família, pois claro!. Limita-se a reproduzir um título do Público: «Câmara Municipal de Soure emprega filhas do presidente e do vice-presidente». Quantas mais não haverá assim por este país dentro, por este país fora? E quem diz presidentes e vice-presidentes de Câmara diz...

21 Comments:

At 8:21 da manhã, Anonymous César Figueira said...

... vice-vice presidentes e vice-vice-vice presidentes.

 
At 12:17 da tarde, Anonymous ruilage said...

Lá está, Soure... E como não podia deixar de ser, uma Câmara Municipal... ;)

 
At 1:23 da tarde, Blogger hmbf said...

Olá Rui. Continuo à espera dos casos que tu conheces muito bem.

 
At 2:30 da tarde, Blogger FAG said...

Será que isto vai recomeçar, ai minha nossa senhora!

 
At 3:51 da tarde, Anonymous ruilage said...

Não, não vai recomeçar, porque o Henrique sabe muito bem que a caixa de comentários de um blogue que nem sequer é meu não é, obviamente, sítio apropriado para o que ele pede. Se quiser, ele, autor do blogue, que denuncie os casos que conhece (muito bem)!

Fui. Já me arrependi do comentário acima. E deste também. É-me bem feita. Chiça!

 
At 5:35 da tarde, Blogger hmbf said...

Ó Rui, sinceramente... Fui eu que falei na denúncia como solução para o problema? Fui eu que disse que conhecia muito bem certos casos? Não fui. Logo, não sou eu que tenho de denunciar o que quer que seja. Tu é que falaste nesses termos. E eu, legitimamente, fiquei à espera que fosses coerente com o que defendes: denuncia o que sabes. Mesmo que o não faças aqui, gostava de saber o que até hoje fizeste nesse sentido. Repara, a minha posição é apenas a de tentar perceber até onde tens sido coerente com o que defendes. Julgo isso legítimo. Quanto a recomeçar ou acabar ou começar a conversa, trata-se de “uma conversa” como outra qualquer, um debate como outro qualquer. Até por questões de formação, não me abespinho com debates nem vejo razão para tal, nem vejo num debate, nunca vi, um jogo onde alguém tem de sair vencedor. Só procuro aprender com os que pensam diferente de mim e com os que sabem mais que eu e etc... Abespinho-me com injustiças, calúnias, alguns insultos... Não me parece que até certo ponto, onde o debate se misturou com questões de ordem pessoal que me extravasam por completo, isso tenha sucedido. Não me refiro, parece-me óbvio, ao Lage, cuja acusação de demagogia que me dirigiu me parecerá válida desde que ele a saiba fundamentar. Eu expliquei as minhas razões para ter escrito o que escrevi. Julgo ter sido claro. Se não fui isso deve-se a limitações pessoais que não estou em condições de superar. Ele resolveu ficar a meio… Também está no seu direito, embora tal me obrigue a retirar algumas conclusões dessa atitude. E caro Rui, não vejo por que razão te hás-de arrepender de um comentário inofensivo como o que aqui deixaste. Agora não penses que comigo fazes como o Pilatos… Sempre que aqui vieres, hei-de chatear-te com o assunto. :)

 
At 7:52 da tarde, Blogger etanol said...

Ó rapazes, aqui a murcona otária ficou muito estimulada com o debate, até iniciou uma série de post com questões dolorosas! Espero ajudar-vos um pouco com eles, não se zanguem, vá lá!
Maria João

 
At 8:17 da tarde, Blogger hmbf said...

Maria João, mas zangar com quê e porquê... Não entendo. Foda-se, classificaram as minhas pobres palavras de «catarro da demagogia». Isto só me pode deixar orgulhoso. Agora não me peçam é para distribuir beijinhos e abraços, mesmo dos éticos, por tudo e por nada. Tenho mais a quem os dar. :)

P.S.:
Rui Lage, sei muito bem que andas por aí. Aliás, estou a ver-te neste momento. Vá lá, responde à minha solicitação. Não custa nada. O que fizeste até hoje contra as injustiças que tão bem conheces? Quem denunciaste, onde denunciaste, como denunciaste? Eu sei que sou chato, mas acho que estou no meu direito. Já reparaste no trabalhão que me dá manter este weblog?

 
At 10:52 da tarde, Anonymous ruilage said...

Henrique, tenho de reconhecer que és bom nisto, man! Olha, eu digo-te o que fiz: já recusei propostas de terceiros para meterem cunhas por mim. Ou seja, recusei-me (e só eu é que perdi com a decisão, claro) a alinhar com o sistema (não, não sou punk). É pouco? Talvez, mas é mais do que estou habituado a observar na nossa sociedade. É um começo. Quanto a denúncias, podes ter a certeza de que no momento em que eu souber que alguém, com habilitações inferiores às minhas, passou à minha frente porque tinha uma boa cunha, tudo farei para que o "caso" seja denunciado (pois, pois, já te estou a ver desse lado a dizer, "este Lage é mesmo um ingénuo"). Até hoje ainda não tive razões, no meu caso concreto, sublinho, para pensar que tal já sucedeu. O meu apelo, que não era assim tão complicado de entender, é apenas e tão-só este: façam barulho sempre que forem ultrapassados pelo factor cunha. Mesmo sem provas, façam barulho, não se resignem. E digo isto pela simples razão de que tenho visto muita gente (família, amigos, conhecidos) a engolir batráquios, metendo a viola no saco com o pretexto de que "não vale a pena", de que "não adianta nada", ou "que posso eu fazer" e choraminguices aparentadas. Assim não vamos lá! Deixemos de ser mansos! E por aqui me fico, Henrique, não leves a mal, porque este assunto já começa a cansar. Talvez à mesa do café, um destes dias, eu possa satisfazer a tua sede de nomes, de casos concretos. Mas este, concede, não é o lugar para fazê-lo.

 
At 5:58 da tarde, Blogger etanol said...

:)

 
At 6:38 da tarde, Blogger hmbf said...

«Pois, pois, já te estou a ver desse lado a dizer, "este Lage é mesmo um ingénuo"».

Estás enganado. Redondamente, quadraticamente, triangularmente, enganado.

«O meu apelo, que não era assim tão complicado de entender, é apenas e tão-só este: façam barulho sempre que forem ultrapassados pelo factor cunha.»

Tipo passagem de ano, com as panelas e os tachos na varanda... Pum, pum, tá, pum, tá, tá, pum, pá, tá, tará, tá tá?...

«...este assunto já começa a cansar...»

Choramingas, choramingas, nhã, nhã, nhã, nhã, nhã, nhã.

Homem, estou só a reinar. Isto é só para reinar, isto é tudo uma reinação. Você é um português Velho, do tempo do Velho... Você não tem sentido de humor, homem. ;-))))

P.S.: À mesa do café tenho mais que fazer do que ouvir denuncias. À mesa do café bebo penaltys de vinho, toco guitarra, assassino canções, jogo dominó. Se estiver afim, diga. Ah! E por favor, nada de poesia nem poetas. A Maria João sabe como é. (Cá par anos, que ninguém nos houve, e faz um cheesecake do camandro.)

 
At 6:39 da tarde, Blogger hmbf said...

denúnicas

cá para nós

entre outros

é dos penaltys

 
At 10:32 da tarde, Anonymous Anónimo said...

não tem nada a ver com o assunto mas troco a receita desse famoso cheesecake por uma (digo eu, boa) de tiramisu. ouviste João?

Aurora

 
At 11:25 da manhã, Blogger hmbf said...

Ai, ai, ai... Sou fã absoluto de tiramisu. Assim não vale, fico ainda mais ambivalente.

 
At 2:05 da tarde, Anonymous Anónimo said...

coisa boas dos prazeres henrique, é que não são (obrigatoriamente) para escolher.
:)
aurora

 
At 6:49 da tarde, Blogger etanol said...

Se querem cheesecake, têm de vir a minha casa a Lisboa comê-lo, porque mesmo que vos deia a receita, não vão entender, eu tenho mãos de escultora, têm de ver como se faz para o cozinharem bem. E além disso, assim podiamos beber uns penaltys todos juntos e rir um bocado, Aurora, e tu cozinhavas o tiramisu, era muito mais divertido. Mas os homens também tinham que cozinhar - ficam com a parte salgada!
Maria João

 
At 6:51 da tarde, Anonymous ruilage said...

Com tachos e panelas, porque não! Lá dizia o poeta: "quando eu morrer batam em latas..." e peréu-péu-péu! Ânimo nesse címbalos, nervo nessas tarolas, golpe de cintura nesses timbalões, espalhafato nesse bombo! Entrava-se a abrir no telejornal das 20:00h!

Henrique, temos mais coisas em comum do que eu pensava: também faço dessas coisas à mesa do café. ;)

Hum... nham nham nham...!

A minha especialidade: gelado de nata do Pingo Doce coberto com... com... com... olhem, com o que quiserem.

 
At 12:59 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Rui Lage exprimenta esta:
4 iogurtes naturais
1 lata de leite condensado
sumo de 1 limão.

misturar tudo e colocar no frigorifico 2 a 3 horas antes de servir.
marcas pontos se disseres que fostes tu que fizestes. não há como falhar.
:)
Aurora

 
At 1:56 da manhã, Anonymous Anónimo said...

um dia destes João temos que passar das palavras aos actos e marcar isso.
Aurora

 
At 7:15 da tarde, Blogger etanol said...

Aurora,
Essa dos yogurts com leite condesado já conhecia, é uma delicia! pode-se temperar ainda com hortelã, fica com um toque exótico.
Temos de passar aos actos, também acho!
;)
Maria João

 
At 10:44 da tarde, Blogger hmbf said...

Há uma pastelaria aqui nas Caldas onde vendem uns bombons com hortelã que são um sonho!

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home