21.10.08

APRENDER A CONTAR #29

SOBRE O LADO ESQUERDO

De vez em quando a insónia vibra com a nitidez dos sinos, dos cristais. E então, das duas uma: partem-se ou não se partem as cordas tensas da sua harpa insuportável.
No segundo caso, o homem que não dorme pensa: «o melhor é voltar-me para o lado esquerdo e assim, deslocando todo o peso do sangue sobre a metade mais gasta do meu corpo, esmagar o coração.»

Carlos de Oliveira (1921-1981), Trabalho Poético, Círculo de Leitores, p. 206, Abril de 2001.

#1 / #2 / #3 / #4 / #5 / #6 / #7 / #8 / #9 / #10 / #11 / #12 / #13 / #14 / #15 / #16 / #17 / #18 / #19 / #20 / #21 / #22 / #23 / #24 / #25 / #26 / #27 / #28

1 Comments:

At 11:54 da tarde, Blogger etanol said...

Porra de texto e dormi muito pouco a noite passada, é raro ter insónias, até costumo dormir demais no outono, mas o pensamento não parava...vou voltar-me para o lado direito.
Maria João

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home